Como escolher o piso ideal para cada ambiente do seu projeto

Conheça os 8 tipos de piso indicados para projetos residenciais e comerciais:

  • cerâmica
  • porcelanato
  • cimento queimado
  • ladrilho hidráulico
  • mármore
  • granito
  • laminado de madeira
  • piso vinílico

1- Cerâmica

Vamos começar a falar sobre os tipos de piso citando um dos mais utilizados: o cerâmico.

O material é produzido a partir da prensagem da argila úmida e peneirada. O piso cerâmico pode ser usado tanto em ambientes internos e externos.

Entre suas vantagens está a resistência à água e a manchas e a variedade de texturas e paginações.

Existem muitos modelos e acabamentos de piso cerâmico, que pode ser natural ou acetinado, pode ser estampado ou pode ainda imitar outros materiais como a madeira, pedras e até mesmo tecidos.

FURNITURE

2- Porcelanato

Quando falamos sobre tipos de piso, o porcelanato é um dos queridinhos dos clientes! E eles têm razão, afinal, o material é de alta qualidade e deixa qualquer projeto muito mais elegante.

Existem vários tipos de porcelanato, e a diferença entre eles é basicamente a intensidade do brilho e a presença de texturas.

FURNITURE                                            sala de jantar com piso porcelanato (projeto: Lorrayne Zucolotto)

3- Cimento Queimado

O piso de cimento queimado é aquele que tem aparência de inacabado, ideal para ambientes com o estilo rústico ou industrial.

Ele é feito com uma base de cimento, areia e água e finalizado com pó de cimento.

Porém existem diversos produtos no mercado que foram desenvolvidos para dar o efeito de cimento queimado ao piso.

Uma das vantagens desse tipo de piso é a facilidade na aplicação e o baixo custo para a obra. Porém, ele não é indicado para ambientes úmidos, como o banheiro.

FURNITURE                                Projeto por IBD Arquitetura

4 – Ladrilho Hidráulico

O cliente gosta de tipos de piso com variação de estampas e feitos de forma artesanal? Então o Ladrilho Hidráulico é uma opção interessante para o projeto.

O material, feito com uma combinação de pó de mármore, cimento e corantes, deixa qualquer ambiente com mais personalidade.

Devido ao processo de fabricação, seu custo costuma ser mais alto. Porém existem cerâmicas e porcelanato que imita a aparência do ladrilho hidráulico.

FURNITURE

5- Mármore

Tipos de piso frios são interessantes para regiões mais quentes, e o mármore é um das opções nesses casos.

Mas se o cliente mora em um local mais frio, uma alternativa é usar sistemas de aquecimento de piso ou tapetes.

O revestimento natural é constituído de calcita, um dos componentes do calcário. Extremamente luxuoso, o piso de mármore traz aspecto de limpeza e tranquilidade.

Entre as suas desvantagens, está a baixa resistência a impactos e soluções ácidas.

FURNITURE                                     projeto: Andrea Petini

6- Granito

Assim como o mármore, o granito é um revestimento que traz imponência e luxuosidade para os ambientes.

Mas ele apresenta uma vantagem: entre os dois tipos de piso, o granito é o mais barato.

Outros benefícios dessa pedra natural é a facilidade de limpeza e a resistência, o que possibilita que ele seja aplicado em locais com maior fluxo.

FURNITURE

7 – Laminado de madeira

Revestimentos de madeira também aparecem entre os tipos de piso mais pedidos pelos clientes. Como a madeira natural tem um custo alto, uma alternativa interessante é o piso laminado de madeira. O revestimento, feito HDF (painel de madeira de alta densidade), deixa o ambiente aconchegante e tem fácil instalação.

Esse é um dos tipos de piso que não se dão muito bem com a umidade. Por isso, não é recomendado para o uso em áreas molhadas (banheiro ou cozinha).

FURNITURE

8 – Piso Vinílico

O piso vinílico é muito semelhante ao piso laminado e, muitas vezes, os dois são confundidos. A diferença é que ele é produzido a partir de PVC.

Outra diferença entre os tipos de piso é que o vinílico necessita de uma superfície nivelada para a instalação.

Já o laminado pode ser aplicado em qualquer lugar, desde que o contrapiso conte com, no máximo, 3 mm de saliências em uma extensão de até 1 m.

Entre as vantagens do piso vinílico está o conforto térmico, acústico e a resistência a manchas.

FURNITURE

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog

Fonte:Viva Decora

Publicidade

Idéias para Decorar Quartos Pequenos

 

Nos últimos anos, como reflexo da economia no país, ocorreram mudanças significativas no comportamento do brasileiro. Cada vez mais as pessoas estão se casando mais velhas, seja em busca de uma dedicação e foco na carreira profissional seja por comodidade. Contudo, estão deixando de viver com os pais cada vez mais jovens. Isso faz com que exista uma grande demanda por apartamentos compactos como é o caso do J. Smart Vicente Leite

Nos apartamentos compactos ou studios, todos os cômodos são pensados para a funcionalidade do dia-a-dia. O quarto, em especial, por ter tamanho já reduzido, requer um pouco mais de atenção na hora da decoração e aproveitamentos de todos os espaços.

A boa notícia é que alguns truques simples de decoração vão fazer o seu quarto ficar mais prático e parecendo bem maior.

1. Opte por cores claras

Cores claras fazem o espaço parecer maior, mesmo que apenas visivelmente. O importante é a sensação da amplitude. Aposte no branco ou em uma paleta de cores claras.

2. Use abuse de prateleiras

Em espaços pequenos, as paredes são suas aliadas! Aproveite todo e qualquer espaço. A ajuda de um bom profissional nesse momento é muito importante, para que todos os espaços sejam aproveitados.  Em tese, qualquer parede serve, mas se você instalar a prateleira na parede atrás da cama, vai conseguir um efeito legal dispensando a necessidade de uma cabeceira, que ocuparia ainda mais espaço.

3. Aposte nos espelhos

o uso do espelho consegue dar um aspecto maior à decoração de quarto. Além de servir pra dar aquela conferida no visual, o espelho também reflete e dobra o espaço e todas as melhorias que feitas nos quartos pequenos, como as paredes claras e a iluminação.

 

Aproveite bem todos os espaços. Aproveite todos os espacinhos que conseguir encontrar pelo quarto. O espaço embaixo da cama pode e deve ser aproveitado em quartos pequenos! Use gavetas ou cestos para organizar enxoval, sapatos e até roupas, liberando mais espaço em outros lugares como armários e cômodas.

5. Móveis baixos dão a sensação de amplitude

Um truque muito usado pelos profissionais de decoração em quartos pequenos é manter a linha da altura dos móveis baixa, assim o pé direito parece maior e a sua sensação de quarto grande só aumenta!

6. Aproveite bem todos os espaços

Aproveite todos os espacinhos que conseguir encontrar pelo quarto. O espaço embaixo da cama pode e deve ser aproveitado em quartos pequenos! Use gavetas ou cestos para organizar enxoval, sapatos e até roupas, liberando mais espaço em outros lugares como armários e cômodas.

7. Aproveite as paredes

Instalar abajures e luminárias na parede ou no teto é uma ideia que vai poupar um bom espaço no seu criado-mudo, além de deixar o quarto mais organizado, com visual mais leve e, por consequência, maior.

8. TV na parede otimiza o espaço

Se você é daqueles que gosta de ver um pouco de TV antes de dormir, sabe que ela pode ocupar um bom espaço. O ideal em quartos pequenos é apostar em murais ou painéis de parede para prender o aparelho e economizar espaço, dispensando muitas vezes até a necessidade de um móvel que seria usado como apoio para a TV.

9. Seja criativo

A última dica também é a mais importante: seja criativo ao decorar o seu quarto pequeno! Aproveite os espaços mais inusitados, como o teto, para guardar coisas, por exemplo. Você também pode dispensar móveis que podem ser supérfluos, como uma cabeceira.

  • Gostou das dicas? aproveite e veja também:

Faça você mesma seu quadro de fotos

Usando o feng shui

Plantas para decorar