Coisas que você precisa saber antes de comprar um imóvel

Defina o tipo de imóvel que você pretende comprar

Na hora de procurar um imóvel para comprar, é importante que o comprador de primeira viagem tenha em mente exatamente quais são suas necessidades e desejos em relação à sua futura casa.

Por exemplo, se você procura um apartamento de 100 metros quadrados, é fundamental que você procure apartamentos que tenham esta característica. O mesmo vale caso você pesquise por meio de imobiliária ou corretor de imóveis.

Pesquise

Definidas todas as prioridades, é chegado o momento de pesquisar. Consultar sites e aplicativos de venda de imóveis e visitar imobiliárias na região onde você pretende adquirir sua casa/apartamento podem ser pontos de partida interessantes para esta pesquisa. 

Para ir atrás do imóvel que você procura, siga um roteiro de três passos. Primeiro passo: a pesquisa à distância. Isso pode ser feito sem sair de casa. Pesquise na internet todos os detalhes do mercado em que está interessado. Procure os preços médios de imóveis no padrão e na região de seu interesse. Leve em conta também as propostas de desenvolvimento que possam afetar os preços (chegada do metrô, alteração do asfalto, alteração para zona comercial etc.). Esse é o momento de coletar todas as informações que puder, para depois poder checá-las pessoalmente.

Dê números de 1 a 5 para cada imóvel que visitar

É comum você se confundir entre um imóvel e outro. Para que não haja dúvidas de satisfação em requisitos entre eles, sempre que visitar um imóvel, tenha em mãos um caderno ara anotações e observações. Dê pontuação de 1 a 5 (sendo 1 ruim, 2 regular, 3 bom, 4 ótimo e 5 excelente) para os itens que são primordiais para sua necessidade em cada imóvel. Dessa forma você vai se guiar pelas suas observações e anotaçãoes de pontuação, tornando o processo da escolha mais tranquilo.

Atente-se ao orçamento

A questão do orçamento pessoal ou familiar merece atenção redobrada quando o assunto é a compra de um imóvel. Afinal de contas, a compra do imóvel próprio deve ser um momento de alegria, celebração e felicidade, e não uma decisão tomada precipitadamente e sem cautela, que poderá lhe trazer ônus e dificuldades ao longo de toda a vida.

Se você pretende financiar a compra, procure fazer uma simulação de empréstimo para pagar sua casa nos bancos de sua preferência antes mesmo de começar a procurar. Ela se chama crédito pré-aprovado, e muitos bancos fazem isso para você, sem cobrar nada. Trata-se de uma forma simples de saber quanto de sua renda ficará comprometida com as parcelas.

Conheça o processo de compra

Conhecer o processo de compra de um imóvel e se familiarizar com o processo de aquisição de uma casa ou apartamento é essencial para quem deseja comprar com segurança e evitar transtornos. Se a compra for de um imóvel em condomínio fechado, será preciso também verificar eventuais débitos de mensalidades ou multas com o síndico ou administrador do condomínio para evitar problemas após a compra do bem. 

Formalize as decisões em e-mails

Nessa correspondência, procure realçar a especialidade de quem o assessorou, confirmando o teor da negociação verbal, evitando o esquecimento de algum detalhe no futuro.

Conheça bem os custos envolvidos na transação

Converse com um bom corretor de imóveis. Ele pode aconselhá-lo(a) sobre todos os aspectos relacionados à compra de um imóvel, incluindo as despesas de compra e venda, como custos cartorários, impostos junto as instituições municipal, estadual e federal.Como também a lhe orientar em termos de investimento e rendimentos para o caso de imoveis comprados para locação futura.

Gostou dessas dicas? Quer bater um papo com um corretor de imóveis capacitado e que responda suas dúvidas e questionamentos?

Chama no whatsapp (85)9.99912788

Segue nosso blog para mais dicas, notícias e informações 🙂

Governo quer lançar programa habitacional Casa Verde Amarela semana que vem

Substituirá Minha Casa Minha Vida

Objetivo: alcançar 1 mi de famílias

O governo espera o aval do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para implementar as mudanças nas regras de concessão de financiamento e subsídios para famílias de baixa renda, que são a base para o anúncio do novo programa habitacional que vai substituir o Minha Casa, Minha Vida (MCMV), o Casa Verde Amarela. O governo federal estuda baixar as taxas de juros dos financiamentos para a compra de moradias.

O programa deve ser lançado na próxima 3ª feira (25.ago.2020). O anúncio foi feito pelos ministros Paulo Guedes (Economia) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) na noite desta 4ª feira (19.ago).

Ao menos 1 milhão de famílias de baixa renda serão beneficiadas com a reformulação, segundo o governo.

“Temos que comemorar a dádiva da taxa de juros de 2% ao ano. É a menor da história, o que nos permite fazer 1 plano habitacional sem recursos novos. Estamos apenas redirecionando recursos e modulando taxa de juros”, disse Marinho, na portaria do Ministério da Economia.

Para Guedes, a medida vem em boa hora. Ele afirmou que o setor da construção civil ajuda na recuperação econômica. “Estamos todos embaixo do mesmo teto, sem dinheiro novo”.

A ideia da proposta encaminhada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para o FGTS é dar um tratamento diferenciado, direcionando mais recursos e com juros mais baixos, para a população do Norte e Nordeste, que costuma ter uma performance pior no atual programa habitacional quando comparado com as outras regiões brasileiras.

A fonte de recursos para o programa é o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Marinho falou que o governo irá propor uma redução no rendimento do fundo. Com isso, haverá mais recursos para o programa. No ano passado, o FGTS rendeu 4,9%, acima da inflação e da taxa básica de juros.

Fontes: Portal360; Uol