Caixa lança crédito imobiliário com juro a partir de 2,95% mais inflação

A Caixa Econômica Federal anunciou na terça-feira, 20/08, uma nova modalidade de crédito imobiliário que usará o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, como composição para os juros. O IPCA será acrescido de taxas, dependendo do relacionamento do cliente com a instituição. Segundo o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, será possível baixar entre 30% e 50% o valor inicial de uma prestação imobiliária.

 

As mudanças valem para o SFH (Sistema Financeiro de Habitação), para imóveis até 1,5 milhão de reais e que permite o uso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), e para o SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), para aqueles acima desse valor e sem a possibilidade de usar o Fundo.

O financiamento funcionará de modo semelhante do que acontece atualmente: o saldo devedor será atualizado pelo IPCA, a exemplo do que ocorre com a TR, hoje zerada. O índice de inflação dos últimos 12 meses está em 3,22%. A expectativa do mercado financeiro para o indicador é de 3,71% ao final deste ano, segundo o Boletim Focus, divulgado na última segunda-feira.

 

As taxas da nova linha variam do IPCA mais 2,95% ao ano, oferecida a clientes com bom relacionamento com o banco, enquanto a máxima ficará em IPCA mais 4,95% ao ano. Hoje, o banco cobra juros de 8,50% a 9,75% ao ano mais TR nas principais linhas de crédito. Os contratos poderão ter prazo de até 360 meses e valor máximo financiado de 80%.

Para ilustrar a mudança, Guimarães citou como exemplo um imóvel de 300 mil reais, financiado por 30 anos com o banco. Com a TR + 9,75%, taxa vigente para clientes com baixo relacionamento com o banco, a prestação inicial gira em torno de 3.168 reais. Já com o IPCA + 4,75%, nova opção de financiamento para clientes com pouco relacionamento com a Caixa, a prestação inicial vai para 2.050 reais, redução de 35%. No caso da melhor taxa, de IPCA + 2,95% a redução da parcela é de 51%, sendo o primeiro pagamento de 1.556 reais.

 

Segundo Guimarães, com o novo título, o banco promoverá a securitização da linha de crédito. Ou seja, a Caixa deve oferecer o crédito como título a investidores, que vão avaliar se vale correr o risco de inadimplência de clientes.  O presidente Jair Bolsonaro, que participou da cerimônia, celebrou a medida e ressaltou o possível barateamento dos juros e ressaltou a iniciativa da Caixa. “(A medida) vem de encontro com o que esperam de nós.”

Repercussão

A Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) avalia como positiva a possibilidade de reajuste dos contratos pela inflação e que a expectativa é que haja redução de juros. “Com a queda nos índices de inflação, será possível a obtenção de financiamento com uma taxa efetiva menor, o que é positivo ao consumidor e amplia o número de pessoa elegíveis ao crédito imobiliário.”

 

Rafael Sasso, cofundador da plataforma de crédito imobiliário Melhortaxa, também enxerga com bons olhos a medida, mas alerta. “Para o consumidor, é um objeto de cuidado. Tem que ver qual é o cálculo efetivo total da proposta e lembrar que o IPCA é volátil. E um financiamento é por 20, 30 anos”, diz.

Além disso, ele lembra que o crédito imobiliário também causa outras despesas para o consumidor, o que pode tornar o custo efetivo no final mais caro, apesar das taxas mais baixas. Por exemplo, como condição para o financiamento, alguns bancos pedem que o cliente mantenha uma conta com saldo na instituição. “O crédito imobiliário não é só taxa. Tem seguro, que depende do período do financiamento e da idade do cliente, e outras coisas que o banco pede, manter saldo em conta, investimento.”

 

Para a Caixa, a notícia também é positiva, segundo os especialistas. Para o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França, a medida deve ajudar na variação das formas de financiamento da Caixa. “O crédito imobiliário é financiado basicamente pela poupança e pelo FGTS. São bolsões de dinheiro finitos. Pode chega um momento que não tenha mais como. Por IPCA é mais de mercado, o que te dá uma capacidade de volume maior para o crédito imobiliário”, afirma.

Ele cita que a linha indexada ao IPCA vai permitir aos bancos securitizar (agrupar ativos e vendê-los como títulos) suas carteiras de financiamento habitacional, promovendo dessa forma um aumento na oferta de financiamento. Com a taxa sendo corrigida pela inflação, a tendência é que a companhia atraia investidores, porque não vai existir o medo de perder rentabilidade conforme a variação do índice de preços.

Sasso, do Melhortaxa, afirma que o movimento não é novo no mercado imobiliário brasileiro. “O que é novo é um banco grande fazer. Como temos um mercado muito monopolizado, isso injeta mais concorrência”, acrescenta ele.

 

Fonte: Veja

 

Venha conhecer o Ceará!

O estado do Ceará é conhecido nacionalmente pela beleza de seu litoral, pela religiosidade popular e pela fama de ser grande berço de talentos do humor.

A jangada, ainda comum ao longo da costa, é considerada um dos maiores símbolos do povo e da cultura cearenses. Terra de escritores como José de Alencar, Rachel de Queiroz, Patativa do Assaré, Juvenal Galeno, de Dom Hélder Câmara, Clóvis Beviláqua, Castelo Branco e de Padre Cícero, o “cearense do século”. O Ceará também revelou Chico Anysio, Renato Aragão e Tom Cavalcante, considerados os maiores humoristas do país. Atores e cineastas famosos como José Wilker, Gero Camilo, Luiza Tomé e Karim Aïnouz; além de nomes de destaque das ciências exatas, como Casimiro Montenegro Filho, Fernando de Mendonça, Maurício Peixoto, Cláudio Lenz Cesar, dentre muitos.

O Ceará também é conhecido como “Terra da Luz”, numa referência à grande quantidade de dias ensolarados, mas que, principalmente, remonta ao fato de o estado ter sido o primeiro da federação a abolir a escravidão, em 1884, quatro anos antes da Lei Áurea. Por esse fato, o jornalista José do Patrocínio cunhou o título de “a terra da luz” ao Ceará.

O litoral cearense é rico em belas praias que atraem turistas o ano inteiro. Veja a lista das praias mais visitadas:

Praia de Canoa Quebrada, Aracati;

Praia de Morro Branco, Beberibe;

Praia de Jericoacoara, Jijoca de Jericoacoara (conhecida internacionalmente);

Praia de Cumbuco, Caucaia (também conhecida internacionalmente por ter campeonato internacional de kite surf);

Praia da Lagoinha, Paraipaba;

Praia de Flecheiras, Trairi;

Praia da Baleia, Itapipoca;

Praia Icarai de Amontada, Amontada;

Praia do Futuro, Fortaleza;

Praia do Meireles, Fortaleza;

Praia de Iracema, Fortaleza;

E então, ficou animado(a)? Vem conhecer o Ceará e nossas belas praias!

Que tal começar pela praia do Cumbuco. Veja excelentes opções para hospedagem no VG SUN CUMBUCO. Um resort completo, à beira mar, com área de lazer excepcional!

POST LINKEDINblog (4)

Se quer conhecer Fortaleza e nossas belas praias, veja opções de hospedagem na Praia do Meireles. Conheça o LANDSCAPE BEIRA MAR , localização privilegiada, à beira mar de Fortaleza e cercado por serviços e conveniências. Apartamentos locação por temporada, totalmente mobiliados para seu conforto e comodidade.

POST LINKEDINblog (2)

Outra  excelente opção, também disponível para locação por temporada e na Praia do Meireles, é o BEACH CLASS COLONIAL Em localização estratégica, ao lado do Hotel Holliday Inn e a 100 metros do calçadão da beira mar e próximo ao Centro cultural Dragão do Mar na Praia de Iracema.

POST LINKEDINblog (5)

Inspire-se: ambientes com suas versões Antes e Depois

Sabe quando dizem que os detalhes fazem toda a diferença? Quando se trata de decoração de interiores, essa é uma verdade incontestável.

Nem sempre é preciso de uma reforma completa para dar um visual novo aos seus espaços. Com a iluminação certa, objetos decorativos bem escolhidos e posicionados em locais estratégicos dão um toque especial ao seu ambiente.

Veja abaixo,  ambientes antes e depois de passar por uma reforma ou simples repaginação.

1.Banheiro todo branco e atual para você se apaixonar

antes-e-depois-arquiteto-6

2. Quem diria que um sofá de pallets poderia ficar tão show?

antes-e-depois-arquiteto-2FOTO: REPRODUÇÃO:BORA DECORA

3. Isso é que é aproveitar espaços com muito estilo

FOTO: REPRODUÇÃO / CASAPRO

4. Cores e uma dose de romantismo!

12

1.Coloque mais cor na sua varanda!

10133

E então, mãos à obra! Transforme os ambientes da sua casa. Procurar um profissional, seja ele um arquiteto ou design de interiores, dependendo da mudança que queira realizar. Ele irá materializar seu sonho  em parceria com o mesmo, adequando as necessidades, disponibilidade e prazos.

Veja também:

TOP 6 tendências para decoração ;

Quer vender o seu imóvel com mais rapidez? Você precisa conhecer mais sobre Home staging. ;

5 dicas de decoração para deixar seu ambiente mais alegre e zen ;

 

Hard Rock Hotel está chegando no Ceará.A Praia da Lagoinha jamais será a mesma!

Prepare-se para uma experiência única no mais novo Hard Rock Hotel & Resort Fortaleza. Localizado na Praia da Lagoinha, no município de Paraipaba, apenas a 1 hora de carro do Aeroporto Internacional de Fortaleza. A inauguração está marcada para agosto de 2020.

 

 Complexo Hard Rock Hotel Fortaleza terá parte das unidades comercializadas no sistema fractional, de cotas compartilhadas. O conceito, comum nos Estados Unidos, ganha força no Brasil e permite que uma pessoa adquira uma fração do imóvel para usar por determinado período todos os anos. Podem ser duas, quatro ou oito semanas, por exemplo, com serviços de hotelaria, e ainda fazer intercâmbio com resorts da rede. O Hard Rock Hotel está em 177 cidades de 69 países.

Na prática, o usuário estaria adquirindo um apartamento para usar por um tempo, mas sem ter de arcar com os custos de manutenção, como condomínio e energia. Outras pessoas também podem utilizar o mesmo imóvel em épocas diferentes, caso adquiram a fração.

O projeto do Hard Rock Hotel Fortaleza, o primeiro no Nordeste, prevê 227 quartos e 174 unidades residenciais. Os quartos são faturados pelo modo tradicional de diárias, mas 70% será comercializado pelo sistema fractional. As casas têm tamanho médio de 300 m² e os apartamentos de 100 m².
O complexo contará com cinco restaurantes internacionais, auditório de 1.322 m² para o mercado corporativo, experiências características dos hotéis da marca como Rock Spa, Lobby Bar, Grab N’ Go, um Body Rock Fitness Center e uma Rock Shop, além de heliponto e uma praça inspirada no lendário Festival de Woodstock, com pontos para fotos.

 

Atualmente, o empreendimento está com 65% das obras de estrutura concluídas e 42% da parte de alvenaria. O investimento previsto é de R$ 178 milhões, fora aquisição do terreno, cujo valor não foi divulgado. Samuel ressalta que um dos diferenciais é que toda a operação será feita diretamente pelo grupo norte-americano Hard Rock. “No Brasil, apenas Rio de Janeiro e São Paulo têm algo similar. Aqui no Nordeste será a primeira operação de uma rede deste porte”, diz Samuel Sicchierolli –  fundador, acionista e CEO da Venture Capital Investimentos (VCI), grupo responsável por trazer a marca ao Brasil.

 

Fonte: O Povo