CASA PRÓPRIA: 07 MOTIVOS QUE FAZEM VALER A PENA REALIZAR ESSE SONHO


“O sonho da casa própria”: ouvimos essa expressão desde crianças, nas conversas de família e amigos, ou quando nossos pais ou avós realizaram esse sonho. Até hoje, esse objetivo está nos planos dos brasileiros: sejam os jovens que querem a independência ou os noivos felizes que vão se casar mas principalmente das famílias que moram de aluguel e buscam estabilidade e um lugar especial para os filhos crescerem.

07 motivos que fazem valer a pena realizar o sonho da casa própria.

  1. Liberdade
    Um imóvel todo seu. A primeira sensação é de sonho realizado e liberdade de fazer o que quiser, sem se preocupar com todos os outros estilos diferentes que havia dentro da sua casa, fossem eles de irmãos, pais, outros parentes e até mesmo colegas de quarto para quem divide o aluguel. Por vezes é desgastante não ter seu próprio lugar, sua própria arrumação e organização da casa.
  2. Personalidade
    Além da possibilidade de reformar a sua casa ou apartamento, você poderá deixar o ambiente com sua personalidade, que seja prático para a sua rotina e da sua família.
    Planeje os gastos e personalize o imóvel com calma e carinho para ele se tornar um Doce Lar.
  3. Aproveite antes que os preços subam
    A economia é cíclica, portanto é natural que os preços voltem a subir num futuro próximo. E a melhor forma de se preparar para isso é agir agora.
  4. Os custos se diluem no tempo
    Tenha em mente que os custos de agora serão diluídos no longo prazo, o que torna o investimento mais vantajoso. Principalmente se você permanecer no imóvel por, no mínimo, cinco anos.
  5. Segurança
    Quem mora de aluguel sabe o quanto é cansativo se preocupar com os desejos e autorizações do proprietário do imóvel para qualquer mudança. E quando não sabemos os planos do proprietário para o imóvel? A sensação de ter que sair em breve é estressante.
    Com sua casa própria, você terá muito mais segurança ao saber que os investimentos dedicados ao lugar onde você e sua família estão morando será única e exclusivamente de vocês. Vocês decidem o futuro.

Quanto aos gastos mensais se houver parcelas, por exemplo, que podem ser maiores na compra de um imóvel em relação ao aluguel, o importante ter em mente o propósito de investir um pouco mais em algo que é seu e da sua família e que em breve terá uma estabilidade que jamais se perderá, assim como a segurança e tranquilidade de não precisar gastar “para sempre” com aluguel.

  1. Qualidade de vida
    Qualidade de vida: engloba não só a compra do imóvel, mas a localização, o clima do condomínio a convivência da sua família.
    Mas ao adquirir seu imóvel, com uma localização com praticidades, liberdade de fazer as coisas do seu jeito, ao sentir segurança e tranquilidade certamente a qualidade de vida estará presente em sua vida como consequência.
  2. Futuro
    Quando compramos um imóvel, pensamos no futuro.

Tanto no investimento financeiro de um imóvel, mas também será nele que você construirá o futuro de seus filhos e as melhores lembranças para sua família.

Será nele que você fará com que o presente seja uma realização constante de alegrias e superação.

E, certamente, será nele que você irá construir novos planos e terá suas conquistas.

Fonte: Montante

5 Vantagens de morar em condomínio fechado

Foi-se o tempo em que viver em um condomínio fechado era questão de luxo ou oportunidade para poucos. Esse tipo de empreendimento vem sendo cada vez mais buscado por quem procura um imóvel para morar que traga uma série de vantagens.

Isso porque um condomínio residencial fechado atende às principais necessidades dos moradores, como segurança e praticidade, além de oferecer mais qualidade de vida.

Quer entender como esses imóveis trazem valores agregados à moradia? Então veja estas 5 vantagens de morar em condomínio residencial fechado!

1. Segurança  

Não dá para negar que a segurança é uma das maiores vantagens de morar em um condomínio fechado. Hoje em dia, esse é um fator decisivo na hora de escolher um imóvel. Há o entendimento e esforço dos moradores nesse tipo de moradia, para garantir maior segurança. Muitos condomínios contam, por exemplo, com:

  • Portaria 24 horas;
  • Cercas elétricas;
  • Monitoramento por câmeras de segurança;
  • Sistemas modernos de controle de entrada e saída de pessoas;
  • Ronda interna e vigilância armada

Tudo isso minimiza a possibilidade de riscos e traz mais tranquilidade aos moradores.

2. Infraestrutura diferenciada

Jardins do Lago Max, super lançamento no Eusébio e com uma área de lazer fantástica

Outra vantagem é a infraestrutura que a maioria dos condomínios oferecem. Uma das principais características é uma área de lazer confortável e que atende as necessidades dos moradores, trazendo praticidade, comodidade e qualidade de vida de uma só vez. Lazer como:

Salão de jogos;

Piscina;

Churrasqueira;

Quadras poliesportivas;

Academia.

Para famílias com crianças, isso é ainda mais benéfico, pois garante a elas um excelente espaço de recreação aliado à segurança que todo pai e mãe desejam.

3. Qualidade de vida

Um condomínio residencial fechado costuma ir além do simples conceito de morar, sendo ideal para quem busca viver com mais qualidade de vida e bem-estar. Por isso, além de uma infraestrutura completa, alguns residenciais trazem diferenciais para oferecer melhores experiências aos moradores.

O condomínio pode oferecer, por exemplo, espaços arborizados, parques e grandes áreas verdes. Outros diferenciais exclusivos de condomínios residenciais, como lago particular, pista de cooper e com muitas áreas verdes completamente utilizáveis para seu bem estar e lazer, também trazem uma experiência única de morar.

Condomínio Vila do Porto & Vila Cauípe

4. Interação com vizinhos e senso de comunidade

Na rotina corrida em que vivemos, geralmente mal sobra tempo para socializar e aproveitar o convívio com outras pessoas, não é mesmo? Contudo, um condomínio residencial fechado pode trazer essa vivência, tão importante para o nosso bem-estar.

Como nesse tipo de imóvel há normas de convívio e mais proximidade nas áreas de lazer e espaços comuns, acaba-se criando maior senso de coletividade, laços de amizade entre vizinhos e uma comunicação mais saudável entre os condôminos.

5. Praticidade e tranquilidade no dia a dia

Outra vantagem é a tranquilidade no cotidiano em termos de cuidados com a moradia. Em condomínios fechados, há sempre um síndico para cuidar da manutenção das instalações, da limpeza da área de lazer e da administração de modo geral. Problemas técnicos, como eletricidade e encanamento, ou serviços rotineiros, como faxina das áreas comuns e jardinagem, ficam por conta da administração.

E então, ficou animado para morar em condomínio fechado? Quer saber mais? Fale com um de nossos consultores no whatsapp (85)9.9991-2788

Caixa lança novo financiamento de imóveis prefixado

Linha com taxa fixa trava o valor da parcela ao longo do financiamento. Apesar de ter juros mais altos, ela pode ser mais vantajosa do que a tradicional.

A Caixa disponibilizou a partir do dia 21/02, uma nova linha de financiamento imobiliário, com taxas fixas. A modalidade cobrará juros a partir de 8% ao ano, e não terá nenhum indexador. As condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80%.

A linha é mais uma opção oferecida aos clientes, que continuam tendo acesso à linha de financiamento tradicional (indexada à Taxa Referencial – TR) e à linha indexada ao IPCA, lançada pela Caixa em agosto.

Para ajudar você a escolher a linha mais adequada, veja uma simulação comparando as condições de cada linha.

Anotação 2020-02-27 113207

A simulação levou em conta um financiamento feito por um homem de 40 anos para um imóvel de 500 mil reais. O valor do financiado foi de 400 mil reais, ou seja, 80% do valor do bem, por um prazo de 30 anos.

Os cálculos levaram também em consideração taxas de juros cobradas pelo banco para clientes sem relacionamento prévio com a instituição financeira. Para quem já é cliente Caixa, os juros podem ser menores.

Veja o resultado abaixo:

Ao comparar as linhas, contudo, é necessário fazer algumas ponderações.

Não é possível comparar a nova linha e indexada à TR com a linha atrelada ao IPCA levando em consideração que não temos como estimar a inflação pelos próximos 30 anos. Então, a linha foi comparada ao financiamento indexado à TR.

A partir dos resultados é possível observar que a linha com juros fixos é mais cara. Na comparação com o financiamento tradicional, o mutuário paga mais 69,4 mil reais na linha de juros fixos do que na linha tradicional. Ou seja, 7,21% a mais. Além disso, pagará uma parcela maior, equivalente a 384 reais a mais por mês, valor 9,62% maior do que o da linha indexada à TR.

Contudo, conclui-se que o financiamento com juros fixos pode ser uma boa opção, já que o cliente tem a segurança de que a parcela não vai oscilar pelos próximos 30 anos. Além disso, a diferença do valor total do financiamento em relação ao tradicional, indexado à TR, é relativamente baixo, somente 7,21%.

“Ou seja, o financiamento indexado pela TR, que hoje está zerada, somente será a melhor opção se esse indexador não ultrapassar a marca de 7,21% pelos próximos 30 anos. Como não é possível prever o futuro, olhamos para o passado. Para comparar, a TR dos últimos 10 anos foi de 8,35%”.

A simulação considerou que a TR fique zerada nos próximos 30 anos. Mas o passado aponta que ela pode oscilar 8,35%. Portanto, caso essa oscilação aconteça novamente em um período de 10 anos, a diferença entre ambas não será relevante, e o financiamento pela TR pode até ser mais caro.

 

Fonte: Exame

Como escolher o piso ideal para cada ambiente do seu projeto

Conheça os 8 tipos de piso indicados para projetos residenciais e comerciais:

  • cerâmica
  • porcelanato
  • cimento queimado
  • ladrilho hidráulico
  • mármore
  • granito
  • laminado de madeira
  • piso vinílico

1- Cerâmica

Vamos começar a falar sobre os tipos de piso citando um dos mais utilizados: o cerâmico.

O material é produzido a partir da prensagem da argila úmida e peneirada. O piso cerâmico pode ser usado tanto em ambientes internos e externos.

Entre suas vantagens está a resistência à água e a manchas e a variedade de texturas e paginações.

Existem muitos modelos e acabamentos de piso cerâmico, que pode ser natural ou acetinado, pode ser estampado ou pode ainda imitar outros materiais como a madeira, pedras e até mesmo tecidos.

FURNITURE

2- Porcelanato

Quando falamos sobre tipos de piso, o porcelanato é um dos queridinhos dos clientes! E eles têm razão, afinal, o material é de alta qualidade e deixa qualquer projeto muito mais elegante.

Existem vários tipos de porcelanato, e a diferença entre eles é basicamente a intensidade do brilho e a presença de texturas.

FURNITURE                                            sala de jantar com piso porcelanato (projeto: Lorrayne Zucolotto)

3- Cimento Queimado

O piso de cimento queimado é aquele que tem aparência de inacabado, ideal para ambientes com o estilo rústico ou industrial.

Ele é feito com uma base de cimento, areia e água e finalizado com pó de cimento.

Porém existem diversos produtos no mercado que foram desenvolvidos para dar o efeito de cimento queimado ao piso.

Uma das vantagens desse tipo de piso é a facilidade na aplicação e o baixo custo para a obra. Porém, ele não é indicado para ambientes úmidos, como o banheiro.

FURNITURE                                Projeto por IBD Arquitetura

4 – Ladrilho Hidráulico

O cliente gosta de tipos de piso com variação de estampas e feitos de forma artesanal? Então o Ladrilho Hidráulico é uma opção interessante para o projeto.

O material, feito com uma combinação de pó de mármore, cimento e corantes, deixa qualquer ambiente com mais personalidade.

Devido ao processo de fabricação, seu custo costuma ser mais alto. Porém existem cerâmicas e porcelanato que imita a aparência do ladrilho hidráulico.

FURNITURE

5- Mármore

Tipos de piso frios são interessantes para regiões mais quentes, e o mármore é um das opções nesses casos.

Mas se o cliente mora em um local mais frio, uma alternativa é usar sistemas de aquecimento de piso ou tapetes.

O revestimento natural é constituído de calcita, um dos componentes do calcário. Extremamente luxuoso, o piso de mármore traz aspecto de limpeza e tranquilidade.

Entre as suas desvantagens, está a baixa resistência a impactos e soluções ácidas.

FURNITURE                                     projeto: Andrea Petini

6- Granito

Assim como o mármore, o granito é um revestimento que traz imponência e luxuosidade para os ambientes.

Mas ele apresenta uma vantagem: entre os dois tipos de piso, o granito é o mais barato.

Outros benefícios dessa pedra natural é a facilidade de limpeza e a resistência, o que possibilita que ele seja aplicado em locais com maior fluxo.

FURNITURE

7 – Laminado de madeira

Revestimentos de madeira também aparecem entre os tipos de piso mais pedidos pelos clientes. Como a madeira natural tem um custo alto, uma alternativa interessante é o piso laminado de madeira. O revestimento, feito HDF (painel de madeira de alta densidade), deixa o ambiente aconchegante e tem fácil instalação.

Esse é um dos tipos de piso que não se dão muito bem com a umidade. Por isso, não é recomendado para o uso em áreas molhadas (banheiro ou cozinha).

FURNITURE

8 – Piso Vinílico

O piso vinílico é muito semelhante ao piso laminado e, muitas vezes, os dois são confundidos. A diferença é que ele é produzido a partir de PVC.

Outra diferença entre os tipos de piso é que o vinílico necessita de uma superfície nivelada para a instalação.

Já o laminado pode ser aplicado em qualquer lugar, desde que o contrapiso conte com, no máximo, 3 mm de saliências em uma extensão de até 1 m.

Entre as vantagens do piso vinílico está o conforto térmico, acústico e a resistência a manchas.

FURNITURE

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog

Fonte:Viva Decora

Vai vender seu imóvel? veja essas super dicas!

Não é nenhuma novidade que tornar um imóvel mais atrativo facilita a negociação e a venda. No mercado de imóveis, deixar um imóvel mais atraente é conhecido como “valorizar o imóvel” e como o próprio termo já diz, agregar a ele um valor maior. Existem muitas formas de valorizar um imóvel. Veja algumas delas:

Veja com o olhar do cliente

A primeira dica para valorizar um imóvel é bem simples, mas muitas vezes é esquecida. Tente ver se o seu imóvel está agradável pelo olhar do cliente. O ambiente está te passando sensação boa, você se sente confortável nele? Se a resposta for negativa, é preciso mais atenção e avaliar onde está o erro antes de agendar qualquer visita, seja ela com corretor ou diretamente com cliente. Afinal, a primeira impressão é a que fica. Dificilmente um cliente retornará ao imóvel que não se sentiu confortável.

Como deixar o ambiente aconchegante

Ao visitar o imóvel, é necessário que o cliente consiga se imaginar morando lá, afinal fica difícil ter um bom discernimento do potencial do imóvel se o mesmo estiver bagunçado, sujo, desorganizado. Então vamos lá:

Organize os itens básicos, mesmo que o imóvel esteja vazio tente passar um ar de “habitado”. Algumas ideias são:

  • Dê descarga e abaixe a tampa dos vasos sanitários;
  • Ligue o ar condicionado se estiver calor;
  • Utilize uma música ambiente;
  • Abra as cortinas;
  • Deixe o ambiente mais iluminado
  • Retire o ventilador da sala pois dá ideia de ambiente quente (mesmo que não seja);
  • Decore suavemente o ambiente com flores, por exemplo.
  • De preferência recolha os porta retratos e diminua o excesso de itens que sejam extremamente pessoais como por exemplo “aquela’ coleção de itens de couro pintados à mão e por ai vai.

Veja a pintura e acabamento das paredes

Independente da estrutura do imóvel, um acabamento novo pode fazer toda a diferença no momento da venda. Isso vale para imóveis novos ou antigos. Uma “mão de tinta’ encobre pequenas imperfeições que depois não vai fazer nenhuma diferença já que o comprador acaba que personalizando o imóvel de acordo com seu gosto e necessidades, como troca de móveis e cor de parede. Veja bem: não estamos dizendo para você mascarar problemas. Mas sim ressaltar as qualidades e arrumar o que pode virar fator negativo para a decisão da compra.

Organização é tudo

Remova tudo que é desnecessário no imóvel, objetos espalhados pela casa. Se você tem criança, reúna todos os brinquedos em um só lugar, não deixe nada espalhado pelo imóvel. Se seu imóvel ainda está mobiliado, tente deixar tudo mais clean. Cômodos com menos móveis dão a sensação de amplitude, valorizando ainda mais o seu imóvel.

Atenção para a cozinha: nada de louça suja na pia, restos de comida pelos móveis ou chão. Descaracterize a cozinha com seus objetos pessoais como imãs de geladeira, ornamentos, etc. Tudo que possa fazer com que o cliente venha a sentir que ali pode ser seu futuro lar.

Cuide da circulação do ar

Faça o ar do ambiente circular. Especialmente imóveis que estão desocupados tender a ter um odor desagradável. Como a circulação do ar é um aspecto muito observado por quem aluga o imóvel, é fundamental garantir que a temperatura esteja aceitável, que o apartamento pareça a arejado e quantidade de sol suficiente.

Caso seja necessário, chegue antes do horário marcado com o possível cliente e prepare o local. Você pode abrir as janelas e cortinas, ligar o ar condicionado ou ventiladores.

Torne a iluminação equilibrada

O mesmo vale para iluminação. Utilize recursos para mostrar para seu cliente que a iluminação do ambiente é adequada. Se for um imóvel que recebe muito sol, opte por utilizar cortinas, se o imóvel tiver mais horas do dia na sombra, utilize lâmpadas mais claras, e assim por diante. Analise os pontos fortes e fracos da iluminação e procure equilibrá-los.

 

Por meio de investimentos relativamente baixos, é possível gerar muito mais valor ao imóvel e tornar a venda mais simples. Você tem alguma dica para facilitar a venda de imóveis? Deixe nos comentários!

Veja também: Ambientes integrados e humanização de espaços ; Está demorando para vender ou alugar seu imóvel?Entenda as causas que podem estar influenciando isso.

Profissionais liberais e autônomos podem financiar imóveis? Sim, podem!

Você sabia que os profissionais autônomos representam uma grande parcela dos compradores de imóveis? Pois é. No Brasil, a economia informal e os pequenos negócios, são bastante comuns, representado boa parte do dinheiro circulante no país.

 

Na compra de imóveis financiados, há vários questionamentos e muitas dúvidas por parte de quem está comprando o imóvel. Somado a isso, o comprador é autônomo/profissional liberal. E então, como fazer? Como comprovar a renda que é um dos fatores primordiais para aquisição do financiamento?

 

Trabalhadores sem carteira assinada com atuação em áreas tão distintas quanto  odontologia, medicina, serviços e advocacia, entre outras, podem financiar seus imóveis diretamente nas construtoras ou em qualquer banco.

 

Para comprovar a renda, basta apresentar documentos como a declaração do imposto de renda, faturas de cartão de crédito, extratos bancários e contas de água, luz e telefone. O Banco analisa todo o u histórico bancário e por isso é importante ter seus pagamentos sempre em dia.

 

Quer esclarecer mais dúvidas? Entre em contato com nossa equipe. Vamos fornecer todas as informações necessárias.

falecom@escalaimoveis.com.br

veja também: Passo a passo: como contratar um financiamento imobiliário?

 

Eusébio: uma das melhores regiões para se investir e morar

Eusébio é um dos municípios que mais cresce no estado do Ceará e é uma das melhores cidades do Ceará para se morar. Devido ao seu grande e continuo desenvolvimento. Qualidade de vida, custo-benefício, condições de trânsito e segurança. Até 2021 a previsão de investimento da prefeitura de Eusébio para a implementação dos projetos programados é de R$ 1,3 bilhão. A evolução da cidade atrai a atenção de investidores, principalmente da construção civil, e pessoas que buscam melhor qualidade de vida.

 

O Eusébio tem liderado o ranking do Índice de Desenvolvimento Humano do estado, tornando-se a cidade com melhor IDH (índice de Desenvolvimento Humano) do Ceará, tendo uma taxa de crescimento de 38,26% em 10 anos (2000 – 2010). Logo, podemos imaginar que nos próximos 10 anos Eusébio alcançará a nota máxima do IDH. Ou seja, será referência no país em Sistema Saúde, Segurança, Empregabilidade, Economia e Educação. Isso devido ao compromisso tanto dos moradores quando dos administradores públicos com o desenvolvimento da cidade, resultando para o crescimento expressivo ao longo dos anos.

 

A cidade já conta com um shopping, com comércio amplo e um setor de serviços complexo. A grande novidade será a inauguração, ainda esse ano, do complexo de cinemas no shopping. Parceria fechada com o  Grupo Cine Cinemas para a instalação de quatro salas de exibição, sendo três salas em 3D e uma uma sala VIP de ‘’alto padrão’’.

 

 

Mesmo com a crise econômica nacional, Eusébio teve um crescimento de 14,1% no número de empresas criadas nos últimos 3 anos. O segmento das empresas varia entre: prestação de serviço, empresas comerciais e indústrias diversas.

 

O mercado imobiliário é exemplo disso. Já consolidado no município, tanto em termos de prestação de serviços quanto de ofertas de imóveis, a expectativa é só venha a se intensificar. Empreendimentos como condomínio fechado de lotes, casas e apartamentos. Desde imóveis projeto minha casa minha vida à imóveis médio/alto padrão. Desta forma, nos próximos anos, é possível esperar um aumento de investimentos em imóveis na cidade, valorizando ainda mais as construções já existentes.

Vale muito a pena investir no Eusébio!

 

Ambientes integrados e humanização de espaços

As tendências na construção civil mudam de acordo com as mudanças de comportamento das pessoas, atendendo os desejos que acabam refletindo nos hábitos de consumo e estilo de vida. Vejam que anteriormente, até mesmo quando crianças, as casas eram maiores, com grandes corredores, e quase todos com dependência de empregada. Os apartamentos tinham apenas uma vaga de garagem, depois passaram a ter duas, visando somente a necessidade dos pais que na maioria das vezes eram voltadas somente para o trabalho e filhos. Já hoje, temos apartamentos com 3 ,4, 5 vagas de garagem para atender as necessidades dos filhos também.

Hoje em dia, os projetos são mais personalizados, principalmente em se tratando de residências horizontais. Os espaços são mais bem aproveitados, observando a grande tendência que é a humanização dos mesmos para que o convívio familiar seja cada vez maior.

Fique por dentro de algumas tendências:

Espaços integrados

Há alguns anos os espaços integrados já são utilizados. Inicialmente a integração se dava entre sala e cozinha. Hoje, o ambiente estendeu-se ainda mais para um espaço gourmet. Onde podem ser feitas refeições do dia-a-dia assim como receber visitas mais formais.

FURNITURE

Inicialmente a integração entre sala e cozinha era a retirada da parede e colocação de balcões, transformando a cozinha tradicional em cozinha americana. Hoje, além de balcões, podem ser utilizadas mesas, balcões em formato de ilhas que ao mesmo tempo une os ambientes e mantém as funções de cada um. Já outros espaços podem ser delimitados com tapetes, pequenos biombos ou outros móveis, como aparadores e sofás. O importante é que os móveis não atrapalhem a circulação.

 

Cozinha gourmet

Reunir família e amigos em um ambiente confortável, investindo em aparelhos eletrodomésticos transformando a cozinha tradicional em uma cozinha bistrô. Normalmente com conceito aberto, utilizando-se de ilhas, uso de fogão cooktop e móveis projetados sob medida para que não atrapalhe a circulação no ambiente.

 

 

Espaços verdes abertos para convívio e lazer

Além dos ambientes projetados com conceito aberto e da cozinha gourmet, que agrega familiares e amigos, outras áreas para convívio e lazer têm sido priorizadas nos projetos, como os jardins de inverno (já muito usados em anos passados mas que agora vem com uma nova roupagem) e o aproveitamento de árvores nativas no terreno, sendo incorporadas ao projeto.

Essa aposta tem sido evidenciada em muitos projetos de paisagismo justamente por agregar valor estético aos espaços além do bem-estar que o impacto junto a natureza proporciona.

 

 

Quer construir no lugar certo?

Conheça excelentes condomínios fechados na região do Eusébio:

Jardins do Lago – Eusébio

Jardins Terra Brasilis – Eusébio

Azur Condomínio Clube – Eusébio

Jardins das Dunas – Eusébio

 

 

Como escolher a capa para o sofá

É coisa do passado achar que capa no sofá era considerado “cafona” e feia. Nos dias de hoje, esse assessório tornou-se essencial tanto para dar uma revigorada na sua sala cobrindo um sofá que está velhinho mas não está dando para trocar no momento quanto para preservar o tecido do seu sofá “estalando” de novo. Vamos lá?!

Muitos pontos são levados em consideração na hora de escolher uma capa bacana para compor a sua decoração de sala de estar.

Confira  4 dicas para escolher a capa perfeita

1-Como escolher a capa ideal

Você tem a opção de comprar uma manta pronta ou customiza-la escolhendo o tecido que mais gosta e de acordo com a padronização de decoração da sua sala.

Ao comprar o tecido e mandar fazer sua capa, escolha um bom profissional com experiência, para que a capa tenha um caimento perfeito, sem sobras de tecido ou com ajuste ruim. Com certeza ele tirará todas as medidas e será feito um molde para o caimento ficar bacana. Com a contratação do bom profissional, além da questão da estética, você também reduz o gasto excessivo de tecido eduzindo assim o valor gasto na compra do mesmo.

giphy

2-Vantagens

  • Mudam e revitalizam a decoração
  • Mais barato e fácil de trocar quando se quer esconder um furinho ou alguma manchinha
  • Protegem diversos moveis na sua casa ou apartamento
  • São versáteis, podendo ser usadas em várias ocasiões
  • Fáceis de guardar e lavar

BANNER BLOG (1)

3- Como escolher o tecido ideal

Além de ser um item de proteção, a capa é um item de decoração e é por isso que elas devem ser feitas com tecidos mais nobres e sofisticados, proporcionando um contraste bacana.

Os tecidos mais usados para a confecção de mantas são:

  • Sarja
  • Sarja peletizada
  • Brim
  • Chantung
  • Veludo
  • Lona

BANNER BLOG

4- Estampas e Cores

Há muitas opções no mercado de tecidos lisos, estampados ou com texturas. Caso seu sofá seja liso e com uma cor neutra, a capa deve ser estampada, com cores e texturas fortes, ou vice e versa.  Além capas de sofá, as almofadas também são bem-vindas, além de ser confortáveis, ajudam a compor a decoração e dão ar de aconchego em qualquer cômodo da sua casa. Só não pode esquecer de pensar na combinação de cores e estampa. Use e Abuse dessa nova tendência elegante e que está tomando conta das capas de revista de decoração.

BANNER BLOG (2)

E então? Esperando o quê? Aproveite essas super dicas e vai já encomendar a sua!

Continuar lendo Como escolher a capa para o sofá

Faça você mesma seu quadro de fotos

Super dicas para quem quer deixar seu quarto ou até mesmo outros ambientes da casa com um ar mais divertido, de uma maneira diferente.

Design sem nome (7)

Você vai fazer de uma maneira bastante original que o espaço fique com a sua cara, mostrando os seus melhores momentos através de fotografias. E não custa caro! Melhor, sim?! Seja feito com fios de lã, cabides, barra de aço, o que for. O que vale é que tenha a sua cara, cada foto pensada e saborosamente recordada.

o45

Gostou? Corre lá e faça o seu!